24°C 25°C
Salvador, BA
Publicidade

Como não se endividar com o rotativo do cartão de crédito

Entrar no rotativo do cartão nunca é uma boa opção. Veja 4 dicas para evitar que consumidores entrem nesse tipo de dívida

24/03/2023 às 14h20
Por: Dna de Sucesso Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Como não se endividar com o rotativo do cartão de crédito

O crédito rotativo do cartão, que é aquele cobrado quando o cliente não consegue pagar a fatura do cartão de crédito, possui a taxa de juros mais cara do mercado, em torno de 14,5% ao mês.  Segundo dados do Banco Central, referentes a janeiro de 2023, as instituições financeiras vêm cobrando em média 411,5% de juros ao ano nessa modalidade de “crédito rotativo”.  Então, qualquer dívida com esse tipo de crédito, por menor que seja, pode virar uma bola de neve, se tornando um dos principais motivos para o endividamento dos brasileiros. Dessa forma, a Provu, fintech de meios de pagamentos e crédito pessoal traz quatro dicas para ajudar os consumidores a não entrarem no rotativo do cartão.

  1. Planeje os seus  gastos 

O planejamento financeiro deveria fazer parte da rotina de todos os brasileiros. Se você quer passar longe de dívidas ou de fazer compras além das suas necessidades no momento é preciso aprender a organizar suas finanças. Com isso, é possível descobrir com o que podemos gastar ou o que precisamos reorganizar. A função de pagamento em crédito deve ser usada com consciência e planejamento. Caso queira comprar algo que você já tenha disponível o valor da compra, faça o pagamento no débito, evitando juros e uma fatura alta nos próximos meses.

    2.Use o cartão como bom aliado

O cartão de crédito pode ser um bom aliado na gestão das finanças. É importante entender que o cartão não é uma extensão do salário mensal, e sim uma opção para que consiga realizar compras de valores maiores com pagamento parcelado, ou para quebrar o galho no final do mês com pequenas compras. Se você costuma comprar por impulso, avalie se é uma boa ideia ter um cartão de crédito.

    3.Pense muito bem antes de parcelar

O parcelamento é uma ótima alternativa para conseguir realizar compras de ticket médio alto. Porém, antes de parcelar, é preciso refletir e colocar na ponta do lápis para ver se vai conseguir realizar o pagamento das parcelas nos meses seguintes.

Dependendo do valor e da necessidade, uma boa opção é guardar o dinheiro por alguns meses e comprar à vista, evitando juros do parcelamento.

    4.Considere pedir um empréstimo pessoal

Se você se enrolou com o rotativo do cartão, uma ótima sugestão é pedir um empréstimo pessoal. Enquanto os juros do cartão ficam em torno de 12%, podendo chegar até 20%, o empréstimo pessoal, como o da Provu por exemplo, têm taxas a partir de 5,4% ao mês. Dessa forma, é possível trocar uma dívida cara, e muitas vezes abusiva, por uma mais barata, mais justa e personalizada para seu perfil financeiro.

O caminho é sempre a organização e controle financeiro. Seja em uma planilha de gastos, aplicativo ou anotações, é fundamental saber para onde está indo o seu dinheiro. Caso precise de empréstimo, o ideal é pegar o valor para quitar toda a fatura do seu cartão de crédito, porque assim, fica apenas com o parcelamento do empréstimo para pagar, que tem taxas de juros mais justas e personalizadas.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Salvador, BA
27°
Tempo limpo

Mín. 24° Máx. 25°

28° Sensação
6.66km/h Vento
62% Umidade
100% (4.08mm) Chance de chuva
05h56 Nascer do sol
05h23 Pôr do sol
Qui 25° 23°
Sex 25° 24°
Sáb 25° 24°
Dom 24° 22°
Seg 25° 23°
Atualizado às 12h51
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,48 +0,95%
Euro
R$ 5,99 +1,24%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,70%
Bitcoin
R$ 373,167,65 -0,80%
Ibovespa
129,205,00 pts 0.07%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias